23 de mai de 2010

Um telefonema *

            - Mãe ?
              - Oi ?
            Olho pro porteiro , que está comendo a lasanha de um jeito que só
            pode ser descrito como o mais dos êxtases. São 2:03 da manhã e estou
           com o telefone no ouvido.
           - Tá tudo bem,mãe?
           A voz do outro lado treme , mas responde como eu esperava.
           -Tá,tá tudo bem , sim.
           -Quem bom.
           -Só que você me acordou, seu imprestável .
           Eu desligo, mas sorrindo .
            Eu queria dizer que ainda a amo , mas talvez seja melhor assim.


                                                                                        Livro - Eu sou O mensageiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentem aí ! se quiserem . * #